O projeto visava a proibição de fogos de artifício sonoros em Bom Princípio

O projeto mais abordado na noite de 5 de agosto, no legislativo de Bom Princípio, foi retirado pelo presidente que também era o vereador propositor.

Proposto pelo presidente da casa, João Augusto Rodrigues da Silva, o projeto visava a proibição de fogos de artifício sonoros em Bom Princípio, em nome da proteção dos animais e também pelo sossego da sociedade, em especial crianças, idosos e autistas. O mesmo projeto, defendido pelo presidente e apoiado de maneira entusiasta pelo vereador Dárcio Schneider, foi questionado por outros vereadores, tanto quanto a sua aplicação quanto a legalidade, havendo, inclusive, ponderações em contrário sob a alegação ser esta uma tradição das comunidades.

“Acredito no bom senso das pessoas, assim, vamos deixar o projeto em estudos e adaptar o que for necessário, de modo que possamos, de maneira democrática, trazer ele de volta ao plenário”, pontua João Rodrigues.

Nas redes sociais o projeto teve ampla repercussão, com apontamentos favoráveis pela maior parte das pessoas. Isso pode levar o projeto a ter ainda maior visibilidade, afinal, é de interesse popular.

Data de publicação: 06/08/2019

Compartilhe!